Arquivo da tag: internet

Finde chegou!!!

Depois do parto do 1º post oficial, vamos aproveitar mais esse espaço!!!

Minha queridíssima amiga Laurinha, que tá literalmente do outro lado do mundo desbravando a Ásia, tinha me pedido dicas de filmes, músicas, fofocas e coisas pop em geral provenientes do ocidente. Nada mais de acordo com esse blog do que as informações que ela tanto precisa! Amiga, aí vão algumas dicas do que pretendo ver/ouvir/ler/navegar nesse finde! Saudades!

“Fim de semana chegando” é um bordão usado com frequência por essa que vos escreve nas edições radiofônicas do Alto Falante. Normalmente solto a pérola no também bordão “bloquinho jogação”, sempre delicadamente dedicado a mim! Nesse bloco costumo escolher musicas animadas e dançantes pra entrar no clima do fds! Portanto, Laurinha e demais leitores, cliquem no player do site do programa e comecem escutando um dos frutos da minha labuta enquanto leem as dicas!

 

OUVIR

Quero dar mais atenção ao novo disco da banda americana The Decemberists, que lançou seu último álbum recentemente. The Hazards of Love,  5º álbum de inéditas do grupo, é do tipo que emenda uma música na outra (tem um termo certo pra isso, Thiaguinho?) e isso faz todo sentido ao ouvir o disco na íntegra. Portanto, nada de shuffle nesse caso! Abaixo um clipe da ótima O Valencia, do penúltimo trabalho, The Crane Wife.

 

VER

De fato, vou assistir Queime Depois de Ler, que já aluguei na Dumont mais próxima. Mas gostaria também de dar um pulinho ao cine para conferir o filme do Che, trailer oficial abaixo! Afinal, é a história do cara que teve seu rosto transformado na figura mais espalhada pelo mundo, desde cartazes políticos, a milhares de modelos de camisetas, arte de Andy Warhol, passando até pelo biquíni desfilado por Gis-Bün no desfile da Cia. Marítima, do cara que é o cara, do cara que foi interpretado pelo Del Toro no filme e tem Rodrigo Santoro no papel do seu irmão! Motivos mais que suficientes!

 

Che + camista, Che + A. Worhol, Che + Gisele

Che + camiseta, Che + A. Warhol, Che + Gisele

 

NAVEGAR

“Fashionísticamente” falando, gosto de buscar inspiração nos já tão falados e discutidos sites e blogs de estilo de rua, ou street style, como diria o povo do mundinho!!! Além dos ultra bombados The Sartorialist, Altamyra NYC e do brazuca Vista Sim! , descobri recentemente um outro site com o estilo das ruas de Paris!!! Pra quem já ama, sonha, deseja aquele lugar, o Easy Fashion é mais um canal para ficar por dentro do comportamento trés jolie dos franceses!

Culturalmente falando, pretendo dar uma espiada no site Estante Virtual. Pra quem não conhece, esse site reúne vários sebos Brasil afora que compram e vendem os livros virtualmente! Meu caro colega Thiagão já fez várias compras, e os livros chegam em perfeito estado! Semi-novos mais pra novos do que pra semi!!! O que nos leva para o próximo tópico!

 

LER

Lembra do filme Juno, de 2007, com a atriz Ellen Page interpretando a adolescente norte-americana de uma cidadezinha típica do interior dos EUA lidando com uma gravidez super inesperada? (Adoro a cena do início, dela tomando galões e galões de Sunny D pra fazer xixi no teste de gravidez! Traz lembranças! Do Sunny D, e não de um teste de gravidez, que fique claro!!!). Pois então, a roteirista do filme, Diablo Cody, trabalhava como stripper antes de se tornar roteirista! E cinco anos antes de levar o Oscar de melhor roteiro com o filme, ela lançou o livro Minha Vida de Stripper, que só foi parar nas listas de mais lidos mundo afora depois que o filme estourou. No livro ela conta suas aventuras como stripper com o mesmo sarcasmo e tiradinhas irônicas que a gente tanto adora em Juno!

Diablo em 3 momentos: com seu livro, roteiro de Juno e com o Oscar de melhor roteiro

Diablo em 3 momentos: com seu livro, roteiro de Juno e com o Oscar de melhor roteiro

 

CATEGORIA ESPECIAL: VER E OUVIR!

Essa não vai servir pra Laurinha, mas amanhã quero ver, mais uma vez, o show de Marcelo Camelo. Será o 3º que assisto desde que ele partiu em carreira solo lançando o disco Nós/Sou. O primeiro foi no Tim Festival do Rio, e eu, uma órfã de Los Hermanos, estava um pouco anestesiada com o cara e o Hurtmold no palco, tão pertinho. O segundo foi no Palácio das Artes, em BH, teatro maravilhoso, outro clima, e pude prestar mais atenção nele e nas músicas. Agora, no terceiro show, no Music Hall, pretendo focar minhas atenções no Hurtmold, a banda incrível, impecável, ótima de serviço que vem acompanhando Camelo na turnê.

 

 

Muita coisa pra pouco tempo!

 

Bom final de semana!!!

2 Comentários

Arquivado em fim de semana, internet, livros, música, moda